8 de fevereiro de 2015

Quintal gramado


Florescem de todas as árvores
Gotas de orvalho esmeralda
Eis a poesia visual da natureza
No tranquilo quintal gramado.

Paraíso de plantas risonhas
Flores alegres, outras tristonhas
Um harmônico verde cantante
Mandala esverdeado brilhante.

Pássaros salpicam suas cores
Na límpida tela azul do céu
E traz uma cascata de sonhos
Que sobrevoam toda a vida.

No quintal gramado de luz,
A terra é frutífera com sabor de paz
E com um rio que lava a alma
Do que já se findou.

Daniel André.