2 de março de 2013

Café e outras coisas















Benta passou la em casa
Para falar da vida alheia
Palavras vêm e outras não
Na secura a boca é feia!

Tricontando ela vai falando
Que o filho de Dona Maria é
Aproveita e vai à cozinha
Tomar um golinho de café.

Com o lenço branco no cabelo
Ela esquenta o agua na leiteira
Passa margarina no pão seco
E olhando para a pimenteira.

As candinhas vão se juntando
Com os copos cheios de café.
E a tarde vai se passando
Porque agora a noite é.

Galo canta de madrugada
Beta põe o coador para ferver
Tião sai com a marmita na bolsa
E o quintal ela começa a varrer.

5 comentários:

  1. rsrsrs aqui na rua tá cheio de Benta... Bjos meu querido! Marcia.

    ResponderExcluir
  2. e o tricot corre solto, bem por ai. beijos

    ResponderExcluir
  3. Adorei o texto,Andre.
    E seu blog é excelente! Tem de tudo mesmo!

    Obrigada pela visita e comentário,querido.


    Que bom que encontrou meu blog.


    Beijos e linda quinta


    Donetzka

    ResponderExcluir
  4. Olá amigo Daniel
    Muito bom seus textos, muita qualidades encontramos em seu blog, parabéns

    Abraços,
    Trocyn Bão - Thiago

    ResponderExcluir
  5. Caro amigo Daniel !!!

    Muito me honrou mais uma sua visita ao meu
    Blog. Obrigado pelo carinho para comigo e meus
    Trabalhos.
    Passando por aqui para retribuir a visita, deixar o meu abraço e carinho.
    Um lindo dia e maravilhosa
    semana para você !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Beijos de luz!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    POETA CIGANO –02/05/2013

    http://carlosrimolo.blogspot.com
    “Poesias do Poeta Cigano”

    ResponderExcluir