2 de março de 2013

4 cômodos de 1 casal apaixonado



Abro a porta da sala
Abraço o meu amor
Arranco a sua língua
Com sufoco do sabor.

Da janela do quarto
Ouço choro da chuva
Na cama interpretamos
Dois corpos sob a lua.

De concha no sofá
Uma vela na estante
Caricias no particular
Um amor penetrante.

No banheiro o silencio
Uma minada ardência
A água em nossas carnes
Purificando nossa essência.

Na cozinha te namoro
Um vinho traz para mim
Brindamos esse momento
Com beijos e incenso de jasmim.

Daniel André 


4 comentários:

  1. Legal. Bom saber que está bem.
    Abç!

    ResponderExcluir
  2. Que poema mais lindo caro amigo! Majestoso...
    Um sonho, posso dizer...

    ResponderExcluir
  3. Este é pra enlouquecer e acender o fogo da paixão.
    Como é bom viver um sentimento assim, em toda sua totalidade.
    Beijo

    ResponderExcluir