2 de março de 2013

Cômodos de um casal apaixonado



Preliminares na sala
abraços famélicos no sofá
palavras mordidas com urros
libido em alta está.

Na janela do quarto
as lagrimas da chuva
na cama interjeições
fotografadas pela lua.

Clamor de desejo no box
arranhões na neblina
a água em nossas carnes
surge o sol entre as colinas.

Na cozinha, os carinhos
um café quente para animar
incenso afrodisíaco pela casa
sem hora para terminar.

Daniel André 


4 comentários:

  1. Legal. Bom saber que está bem.
    Abç!

    ResponderExcluir
  2. Que poema mais lindo caro amigo! Majestoso...
    Um sonho, posso dizer...

    ResponderExcluir
  3. Este é pra enlouquecer e acender o fogo da paixão.
    Como é bom viver um sentimento assim, em toda sua totalidade.
    Beijo

    ResponderExcluir