11 de abril de 2012

Constelações


É noite. Deitado na grama
e leve como a pena de fênix
que se perde, nas partículas
cintilantes tricotadas no céu.

Cada conjunto de luz
simbolizado por um mito
será que nas estrelas,
consigo saber meu destino?

Faço parte desse jogo astral
num tabuleiro azul escuro
a anos luz da via láctea
sou a Siriús no futuro.

Daniel André

Sintonia iluminada

As batidas de meu coração renasceram com seu olhar iluminou todo o corpo pulsando vida, feliz está. Em teus olhos iluminados ...