17 de junho de 2012

A dificil arte de fazer você feliz


E de um jeito, acabei te dando a lua de presente
Para mostrar que o meu amor é uma fortaleza
Com desprezo arranca-me uma lágrima
Desfazendo-se da minha humilde gentileza.

Acordei-te pela manhã com meu rosto feliz
Mostrando que faz bem ser sempre positivo
Gestos tão poderosos saem de seus olhos
Mostrando a insignificância que eu existo

Prolifero o seu ego de mimos e elogios
E você sobe em mim para se engrandecer
Quando fica distante, me sinto largado
Com esse seu egoísmo que me faz entristecer

Todo meu entusiasmo de viver é dizimado
E extirpado pela fúria do seu maquiavélico olhar
A arte de fazer você feliz me deixou acabado
Mas essa fúnebre submissão não deseja terminar.

3 comentários:

  1. Que lindo o poema! Parabéns

    www.tenhapacienciameu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Botaaa difícil nisso Meu Poeta!
    Compreender-se e compreender o outro, tarefa complicada.

    ResponderExcluir
  3. Oi Dan

    Para fazer alguem feliz é preciso compreende-lo. E como disse muito bem a Val, ô tarefa difícil!

    Lindas as tuas rimas. Parabens, moço poeta!

    Beijos

    ResponderExcluir