28 de abril de 2013

Laço da sua tristeza




O quadro angustiado daquela garota
Fez-me lembrar da sua triste solidão
Que laça o meu corpo, meu pescoço
Sem alternativas de fuga para meu coração

Por favor, quero seguir os raios do sol
Nem não chame meu nome, tão desanimada
Porque retrocedo por amor a sua carência
Deixa-me seguir minha vida, oh amada.

Tenho planos de respirar um novo amor
O nosso transformou-se num rio sem vida
Sua tristeza desmonta minha estrutura
Fazendo-me um quadro de feridas.

Não me venha com semblante misantrópico
Dizendo coisas que gosto tanto de ouvir
Nossa cama ainda pode ser quente
Minha alegria não deseja mais te servir.   

Seja forte como eu estou tentando ser
Nossa historia daqui adiante já terminou
Se não deu valor ao que tinha no passado
Respeite o que de bom ainda restou.

Daniel André 

7 comentários:

  1. oiee..gostei muito dessa poesia..
    me identifiquei muito com essa garota carente..rs

    beijos
    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    https://www.facebook.com/pages/Devoradores-de-Livros/502263376496556#!/pages/Devoradores-de-Livros/502263376496556?fref=ts

    ResponderExcluir
  2. Muito BOM.

    www.queminteressa.blogspot.com

    Gostaria da sua sincera opinião sobre minha escrita...

    Obrigada!

    Ate breve

    ResponderExcluir
  3. Me gusta la melancolía de esa relación perdida plasmada con aires de vacío, y de una vida que tiene que continuar sin amor, acabo de pasar por una relación igual jeje gracias un abrazo

    ResponderExcluir
  4. Este é um retrato seco de um relação conturbada, onde há possibilidade de um retorno, como há possibilidade (e interesse do eu-lírico) de continuar com ela (a relação). Ficou muito bem colocado e quem já viveu, não tem como não lembrar da situação vivida através dos versos. Está de parabéns! Estou te seguindo. Só fiquei curioso de como me achou e o porquê de comentar justo aquelas duas postagens. Abraços.

    ResponderExcluir
  5. Não show de bola, mas sim show de poesia.

    http://planopalavras.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  6. Muito bom, parabéns! Uma mescla de tristeza, que parece transitar entre as duas partes... Um pedido de respeito, em nome do amor!
    Abraço.

    ResponderExcluir