3 de janeiro de 2012

Além das palavras



Era uma muralha silenciosa
que me escudava das más intenções
daqueles amores nocivos
que gangrenava corações.

No garbo de suas palavras,
todo concreto foi derrubado
e um leve ruído foi dito:
eu te amo meu amado!

Foi uma forma gramatical
de expressar todo meu amor
além das fotos e palavras
guardo tudo em meu interior.

Em silêncio nos amamos
desprezamos o alarde
dormimos nas nuvens
e acordamos tarde.

Daniel André

Nenhum comentário:

Postar um comentário