31 de janeiro de 2012

Unidade na diversidade



O mundo esta dividido em tribos individualistas
E cada uma delas impõe a sua soberania
Para que todos na terra possam ser felizes
É preciso tirar o manto horrendo da tirania.

A lei maior de todas as relações é o amor
E também respeitar e praticar a bondade
O capitalismo devasta a essência do homem
Propagando o ódio e causando a mortandade.

Deus não é pluralista, é único no universo
E é isso que os filhos de Gaia devem aprender
Abraçando as crenças, orientações e partidos
De uma nova era que poderíamos defender.

Tudo nessa selva onde vivemos seria fácil
Se o evangélico abraçasse o umbandista
Se o católico abraçasse o candomblecista
Acabando com essa rivalidade idealista

Se todos fizessem das diferenças uma igualdade
Onde houvesse a paz livre de preconceitos
Da população branca abraçando a negra,
Somos todos iguais, nos livremos desse defeito.

A cor da pele não define caráter de ninguém
Nem a condição sexual chega ser importante
Um dia os héteros abraçando os homossexuais
Dessa grande família de um mesmo sangue.




3 comentários:

  1. Sem comentários Dan, sem comentários...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahahahahahah Dan, até se vc colocar um ponto final, eu entenderei como um elogio. Obrigado meu amigo.

      Excluir