11 de dezembro de 2013

Novela das oito



Reunidos na sala sabíamos:
Novela das oito fazia sucesso!
O publico se envolvia na inocência,
Das tramas sem muito excesso.

Nossa realidade se perdia,
Com a candura dos personagens,
Emoções enroladas com sonhos,
Sem alertar lados selvagens.

Na fase preto e branco,
Romantismo era bem presente,
Mocinho bom caráter era moda,
Que deixava a vida contente.

Embalavam paqueras e casamentos,
Nas lisérgicas trilhas sonoras,
Historias registradas no vinil,
Juntinho ao som da vitrola.

E quando a novela acabava,
Era como amores indo embora,
Lágrimas internas corriam,
No coração de alguma senhora.

Daniel André

18 comentários:

  1. Bom dia meu saudoso amigo.. eu bato de frente aqui em casa com essas novelas rsrs.. já vi muita coisa boa.. mas nos dias de hj elas podem até mostrar o que acontece, mas estão mais induzindo as pessoas a cometerem atos baixos e se deixando sugar na frente da tv ao invés de uma boa leitura.. muito bem escrito.. lindo dia abração Daniel

    ResponderExcluir
  2. Oi Daniel,
    Quantos filmes em branco e preto assisti no cinema, pois televisão que tinha meu pai não deixava. Aqueles faroestes e no final aquele beijinho. Ah! As mocinhas ficavam sonhando.
    Depois a gente cresce perde um pouco a inocência e fica um pouco monótono.
    Um grande beijo da Dorlizita(rsrs)
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito deste poema sobre uma realidade tão característica no Brasil: assistir telenovela. O que devido à importação de telenovelas brasileiras também se tornou hábito em Portugal.
    Eu não perco tempo com novelas, não me suscita interesse, mas simplesmente adorei ver há muitos anos a primeira novela brasileira que passaram aqui; Gabriel Cravo e Canela. Adorei as personagens! E também gostei de "Pantanal".
    Realmente não existe assunto que não possa ser abordado poeticamente. Bravo, Daniel!
    xx

    ResponderExcluir
  4. Adorei!!!
    E hj nem podemos reunir a família na sala, pq as crianças só vão aprender coisas que não devem com as novelas atuais.São tantos xingamentos, palavrões, maldade que nem vale a pena reunir a família para compartilhar disto.
    Por isso que ainda prefiro as novelinhas das 18:00 rs...

    tenha um ótimo dia =)

    ResponderExcluir
  5. Ah o saudosismo dos dias ditosos, os tempos mudaram e com eles a concepção de se fazer novela e outros gêneros! tive a impressão de estar lendo uma crônica Dan, de repente é algo a se pensar para ampliarmos as discussões! só uma dica, porque em poesia você já arrasa. Fiquei muito feliz com seu cometário, em especial, na poesia "Do portão pra dentro", senti mas claro que a poesia fala de todo mundo, não só de mim, mesmo sendo a escrita literária ficcional. Desejo que seu coração esteja em paz e que as barreiras que encontramos em nossos caminhos nos impulsione passos mais firmes e sempre adiante, grande abraço, até sempre!

    ResponderExcluir
  6. Pois é, Daniel. Agora, fica até difícil distinguir nas novelas quem são os mocinhos e quem são os bandidos. Um retrato da sociedade? Não sei. Mas antes, as coisas eram melhores. As pessoas eram melhores.
    Bom dia pra você.

    ResponderExcluir
  7. Boa dia Daniel

    Que bonito teu poema.. retrata bem a realidade do dia a dia.. Adorei ler, como sempre.

    Beijo

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  8. bons e velhos tempos em q nossas emoções televisivas eram assim ...

    ResponderExcluir
  9. Olá Meu Poeta, antes as novelas tinham mais poesia e agora pra mostrar a realidade há um show do pior das pessoas.

    ResponderExcluir
  10. Adorei o poema,Dan.

    Você reuniu muito bem tudo sobre as lindas e inocentes novelas antigas.

    Beijinhos e ótima semana



    Blog Suas Histórias Nossas Histórias

    ResponderExcluir
  11. Nossa Daniel,você descreveu direitinho como era as novelas,ainda em preto e branco.
    Realmente quando a novela acabava,era como se o nosso amor acabasse também.Parabéns amigo lindo!!
    Obrigada pelo comentário,ela me pediu para eu postar no meu blog,para saber o que vocês falariam sobre o seu caso.
    Tudo que falei,vocês confirmaram,acho que ela ainda tem alguma dúvida.
    Boa noite beijinhos.

    ResponderExcluir
  12. OI DANIEL!
    POIS É, CAMUFLADAS DE REALIDADE, BARBÁRIES SÃO MOSTRADAS E SE OS PAIS NÃO TIVEREM CRITÉRIOS AS CRIANÇAS ESTARÃO A VÊ-LAS.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Olá lindo!!! Menino, como eram gostosas de assistir as novelas de uns anos atrás, dava prazer.... mas hoje em dia, Deus me livre que eu vou perder meu precioso tempo assistindo a um desfile de maldade e depravação. Adorei as quadras nostalgicas. Um grande beijo querido.

    ResponderExcluir
  14. Que bela descrição em versos das novels antigas, hein!
    Mas parece que é bem assim mesmo: Tudo tinha mais graça, mais prazer, mais sabor...
    Hoje em dia, os autores estão muito confusos no que querem mostrar na telinha ou nao sabem mais o que o telespectador tem prazer em assistir. E tudo se perde pelo meio da trama. É mocinhos virando viloes, viloes virando mocinhos...A gente nao sabe mais quem é quem...
    Enfim, é por isso que eu pouco assisto.Prefiro vir aqui te ler.rs
    Amei! Aplausos pra ti!

    Beijos, Dan.

    ResponderExcluir
  15. Pois hj em dia vemos como matar, roubar, sequestrar, dentre tantas coisas absurdas, que fazem parte da VIDA REAL sim, e as novelas devem se atualizar com certeza, mas prefiro não ver mais nada... Já basta a violência do dia a dia para que ela tenha continuação num horário que deveria ser para entretenimento! As novelas de antigamente tinham romantismo, magia, romance, mistério, tudo na dose certa, sem exageros, sem cenas de sexo como ocorre atualmente! Já fui muito noveleiro, hj em dia me decepciono...infelizmente! A única NOVELA que eu vejo atualmente é a reprise de Água Viva no Canal Viva e com muito prazer por ver textos tão inteligentes, diálogos emocionantes, atores demonstrando emoção, num tempo em que não existia silicone, botox, e outros artifícios!
    Beijo.

    ResponderExcluir
  16. Ola Daniel,
    Demorei chegar ao seu blog.
    Mas fiquei feliz com que vi e com que li.
    Confesso que não sou muito de novela,
    mas quando começo a ssitir não perco um copitulo.
    E realmente quando a novela acaba da aquele vazio.

    seja muito bem vindo na la no meu cantinho

    Beijos e uma semana cheia de paz

    ResponderExcluir
  17. Já experimentou ler esse poema em voz alta? Tem ritmo!!!

    ResponderExcluir
  18. Olá Daniel
    Linda mensagem. Realmente o essencial está guardado no nosso interior. Um forte abraço.

    ResponderExcluir