24 de novembro de 2015

Igrejinha




Por séculos naquele vale
Habitavam sábios monges
E pessoas simples que cultuavam a paz.

Envolvida no verde silvestre
E no cantar do uirapuru
lá estava a igrejinha, sempre a encantar.

Romarias foram feitas
Batismos celebrados, e
Amores canonizados.

Por séculos naquele vale
A igrejinha decora a fé
E alimenta infinitos sonhos.

Daniel André


E para acompanhar o cenário poético de "Igrejinha", Jesus, alegria dos homens de J.S.Bach.