26 de março de 2015

Aquarela de sonhos



Sonhos, cores inocentes
Nascidas da candura risonha
De uma criança feliz
De um cão brincando sozinho
Adornados em laços de ternura,
Em suaves correntes de carinho.

 Com as cores dos bons sonhos
Extraio o perfumo da erva doce
Distribuo amores, com flores
Deixo feliz uma página branca
Planto a gratidão na grama
Na real ilusão do meu mundo.

Na cor do meu afeto,
Jogo pássaros arco Iris no céu
Refloresto a vida com seiva
Não permito o enfadonho
Tinjo com alegria os anos
Com uma aquarela de sonhos.




Daniel André

15 comentários:

  1. Gosto da simplicidade como escreve. Beijinhos gago. Renata.

    ResponderExcluir
  2. Ah que lindo, Dan! Versos que jorram mais vida pra dentro da vida da gente.
    Beijo, sensível poeta!

    PS: É bom te ver mais presente nessa nossa blogosfera que anda um tanto carente. Tenho percebido isso...

    ResponderExcluir
  3. Sempre com maravilhosos textos! Adoro o que escreves.

    Beijinhos
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  4. Oi, meu filhote

    Você escreve sentimentos e eles nunca morrem, eles se perpetuam para sempre.
    Tinja a vida de verde e a esperança voltará.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Bom dia, Dan.
    Que lindos versos repletos de ternura que nos embriagam com tanta beleza. espero que os sonhos sejam cada vez mais diários em nossas vidas.
    Você escreveu com alma leve e isso é bom.
    Tenha um fim de semana de paz, sumido.
    Beijos na alma.

    http://refugio-origens.blogspot.com.br/2015/03/quando-conseguira-livrar-se-da-opressao.html

    http://redescobrindoaalma.blogspot.com.br/2015/03/poesia-salvadora.html

    ResponderExcluir
  6. Lindos os seus verso Dan!!! Linda a imagem que você escolheu para ilustrar o post também!!!
    Amei e também já fiquei por aqui!!!
    Beijos e beijos e tenhas uma linda noite, seguida de um ótimo fim de semana!!!

    http://simplesmentelilly.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Estou alegre por encontrar blogs como o seu, ao ler algumas coisas, reparei que tem aqui um bom blog, feito com carinho.
    Posso dizer que gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns, decerto que virei aqui mais vezes.
    Sou António Batalha.
    Muita paz.
    PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se o desejar
    siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.

    ResponderExcluir
  8. Oi filhote
    Vou dividir a lua com você, assim os raios recebidos pelas estrelas iluminam o seu lindo coração.
    Beijos no coração

    ResponderExcluir
  9. Uma beleza de obra literário, parabéns! E reitero: triste daquele que não sonha!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  10. Um poema belíssimo, Daniel! E uma criança feliz será sempre um dos grandes poemas! Com um cheiro a sonho e ternura.
    O meu email:
    laurasantos1962@gmail.com
    xx

    ResponderExcluir
  11. Lindo poema!
    A esperança voltará na hora certa, pois há um momento certo para tudo em nossa vida!
    Aguardo você em meu blog!
    Bjus e linda páscoa!!!!
    http://www.elianedelacerda.com

    ResponderExcluir
  12. Ola parabéns pela poesia.. eu gostaria de saber quem é o artista da pintura... pois tô escrevendo um livro e gostaria de usar a imagem na minha capa... vc sabe o nome... para o créditos de direito de imagem

    ResponderExcluir