1 de dezembro de 2014

Abajur, blues, jazz, dois corpos


O abajur vermelho
deixava a sala rubro veludo
e dois corpos sossegados
em cima dos suspiros profundos.

Nuvens de bem estar paixão.

O ambiente nostálgico do blues
encaixava-se com a rouquidão de prazer
cenas antigas do cinema mudo
a elegância da interna magia
- muda ternura dos íntimos toques.

O corpo deles é jazz,
um jeito sincopado e bem ajustado
com olhos risonhos e notas felizes
um casal invadido pelo amor.

dançando sob um lençol vermelho
embriagados pela neblina de bons sonhos,
e beijos dourados com faíscas de felicidade
e ela, Fitzgerald na vitrola.


Daniel André
Ella Jane Fitzgerald (Newport News, 25 de abril de 1917Beverly Hills, 15 de junho de 1996) também conhecida como a "Primeira Dama da Canção" (em inglês: First Lady of Song) e "Lady Ella", foi uma popular cantora de jazz estadunidense.2 Com uma extensão vocal que abrangia três oitavas, era notória pela pureza de sua tonalidade, sua dicção, fraseado e entonação impecáveis, bem como uma habilidade de improviso "semelhante a um instrumento de sopro", particularmente no scat.