9 de abril de 2018

O outro lado da rua


Na rua detrás das evidências
buzinas não atormentam
a atmosfera de minha alma.

Rostos fabricados de enfeites
não analisam o meu,
escondido as multidões.

Ainda vejo pássaros,
a tranquilidade de um senhor na carroça
um cigarro de palha,
a silenciosa fumaça no chalé da minha mente,
e a intimidade, com minha solidão.



Daniel André

Nenhum comentário:

Postar um comentário