2 de abril de 2014

Dois arquitetos




Aspiro com todo almejo
Que sejamos dois arquitetos
Planejando uma vida simples
De um sonho, ao real projeto.

Em seus olhos existem admiração
Cânticos de boas novas em viver
Juntos construiremos nossa historia
Dois apaixonados querendo vencer.

Na feira ou no supermercado
No restaurante ou no cinema
Dos gostos que já conhecemos
Resumidos num simples poema.

A fundação de tudo é o amor
Inquietudes poderão aparecer
Se a luz da paz está em nós
Tudo é fácil de resolver.

Do suave tijolo da felicidade
Ao sólido concreto da confiança
Um muro de flores que nos cerca
Representado por uma aliança.

O nosso castelo vai se erguendo
Com entusiasmo se destacando
Te agradeço com beijo na boca
Dois arquitetos sempre amando.

Aos antigos sonhos de criança
Cachorros bagunceiros no quintal
Com a força de nosso trabalho
O nosso lar será divinal.

Nosso jardim já esta completo
Flores, frutas e um imenso gramado
Nessa terra plantaremos uma arvore
Um território por nós conquistado.

Dan André.