28 de fevereiro de 2016

Zazen




No oceano desconhecido do céu
Sou guiado por fagulhas de estrelas
Liberto-me da certeza de dogmas
Em busca da minha paz.

Cometas rasgam verdades
Fazendo chover generosidade
O amor, é uma constelação brilhante,
Rosa lótus desabrochada.

Galáxias oculares se abrem,
Em meio a mitos constelares
Sou apenas um ponto luminoso,
Zazen na mão de Buda.


Daniel André
 
  Disco Outras Palavras - Caetano Veloso - Blues