10 de agosto de 2015

Enquanto amarro os cadarços



Mais um dia,
Amarro os cadarços,
Cabeça baixa,
Pensamentos altos
Instantes desidiosos.

Interrogações, exclamações, vírgulas
E mais interrogações.

Nos laços dado
Uma breve vida, trem de emoções
Laços de um passarinheiro,
Também me envolvem. E agora?

Enquanto amarro os cadarços
A vida se amarra em períodos,
De lamurias
De questionamentos
E na paciência do desembaraçar
Para um final feliz.

Daniel André

8 comentários:

  1. Adorei bem assim, é fazendo as coisas simples da vida que pensamos em tantas outras.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  2. Oi Filhote
    Eu tenho uma postagem que gostaria que você lesse no Lua Singular. A vida é um trem em movimento. Aí irá entender a vida. Às vezes a vida nos faz de bola, mas sem mais pensar nos chuta de volta.
    Estava com saudades
    Beijos
    Dorli Ramos

    ResponderExcluir
  3. Fantástico texto/poema.. amei de verdade.

    Tenha uma excelente semana.
    beijinho

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  4. É bem assim Andre, meu querido poeta, a vida é bem assim, não é preciso nenhum ritual para percebe-la, às vezes basta estar amarrando os cadarços. Gosto desta tua forma de escrever, mistura de sentimentos e palavras, mas numa forma coloquial leve e bonita de se dizer, de ouvir.
    ps. Carinho respeito e abraço.

    ResponderExcluir
  5. Boa noite Daniel
    São os atos mais corriqueiros do nosso viver que nos percebemos fazendo conjecturas e analogias e neste teu belíssimo poema está o retrato da profundidade de um belo questionamento no mecânico ato de se amarrar um cadarço.
    Tenha uma boa semana
    Um abraço

    Fiquei feliz com sua carinhosa visita. Obrigada e volte outras vezes. Será um prazer imenso ter você lá no Sonhos e Poesia

    ResponderExcluir
  6. O pensamento vai longe,enquanto amarrou os cadarço.
    Uma misturas de palavras,com Interrogações, exclamações e vírgulas.Parabéns você brinca com as palavras.Adorei!!

    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  7. Bom dia caro amigo de versos...
    por vezes deixamos eles irem alto sim.. faz tão bem o parar e refletir para com tudo que nos cerca.. faço muito isso.. abraços Daniel

    ResponderExcluir
  8. Boa noite, Daniel.
    E assim a vida segue e o nosso caminho também entre tantas situações boas e ruins.
    Pensamento livre e cativo numa fração de segundos.
    A vida e sua simplicidade.
    Tenha uma semana de paz.
    Beijos na alma.

    ResponderExcluir