6 de junho de 2014

Coração leviano



Estalaste esperanças em meus ouvidos
Como se conhecesse um gemido
De um homem apaixonado.

Elevaste a grandeza de um sentimento
Beijando pétalas de nossos momentos
Num cenário de tranquilidade.

Tiraste meu escudo de aço
E me faz de palhaço
No seu afável colo de amor.

Até que desprotegido da vida
Percebo em meu peito a ferida
Nascendo em mim outra vez.

Então lavo minh´ alma em lágrimas
Mergulho num mar de lastimas
Para poder me amar.

Ao som de um piano,
Lembro do seu coração leviano
E de nós dois.

Daniel André.
********



23 comentários:

  1. o q importa se o coração é leviano qdo a gente ama?

    ResponderExcluir
  2. Há momentos que devem ser lembrados, registrar o que é bom, o que foi bacana, o que foi amor. Mas no fundo todos sabemos quando o amor acabou, resta apenas a coragem de dizer.
    Belíssimo poema Dan!

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde Daniel

    Há Quanto tempo hein? lool

    Parabéns pelo poema sensível e maravilhoso que nos trazes. Obrigado, adorei...

    Beijo, bom fim de semana.

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde, Dan. Que saudades de você! Não suma mais, não vale a pena!
    És tão criativo, que ficar sem ler-te é um pecado, rs.
    Saudades do amigo, também.
    Quanto o poema, sem dúvida, é muito triste quando encontramos alguém,o amamos e depois, sem entender bem o porquê, toda a maciez e entrega do nosso ser acaba sendo transformado em fel, em mágoa e isso dói muita coisa.
    Quando o causador de tudo isso brinca assim conosco, o jeito é curarmos o nosso interior, a fim de que o nosso estado de espírito respire feliz.
    As lembranças devem ser o máximo possível esquecida, olhar para elas somente quando não houver jeito.
    Amei o poema.
    Parabéns!
    Fique com Deus e lindo fim de semana de paz!
    Beijos na alma.

    ResponderExcluir
  5. Perdoe-me, comi algumas letras, estou com pressa.
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  6. Não sei porque existem pessoas que brincam com os sentimentos dos outros, tão triste isso. Triste tua poesia meu querido. Um bj de saudade.

    ResponderExcluir
  7. Bom dia saudoso amigo poeta.. quanto tempo.. uma amiga até me pediu se eu sabia de vc.. pois não mais tinha te visto.. pois é.. o brincar com os sentimentos fere muito.. já feri e fui ferido.. todos passamos por coisas assim em prol do crescimento.. abraços e até sempre

    ResponderExcluir
  8. Olá Dan!
    Que bom te ver de volta! Ou mesmo que seja so de passagem, nao demore muito, menino querido, pois sentimos muito a tua falta.

    Triste o teu poema mas muito bem versado, como sempre. Parabens, poeta!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Como é bom lembrar de um momento leviano!!!!
    Amar sem limites, ter o coração livre como as águias!
    Saudade não é triste, é sinal de que vale a pena!!!!
    Bjus
    http://www.elianedelacerda.com

    ResponderExcluir
  10. Nem sempre ambos amam com a mesma intensidade, o que faz com que um dos amantes sinta que existiu uma espécie de leviandade da parte do outro. Mas às vezes um amor que parecia forte em sentido geral perder-se-á nos detalhes, o que pode gerar um sentimento de vazio e de perda. Tantas vezes perdemos por amar demais.
    Um poema triste e muito belo.
    É um prazer tê-lo de volta, Daniel.
    xx

    ResponderExcluir
  11. Voltastes para realinhar sentimentos, palavras q vao alem do simples significado. ja sentiamos a sua falta neste meio. grande abraço, parabens!

    ResponderExcluir
  12. Oi Daniel,
    Ficou sumido...
    Existem pessoas que não merecem nosso amor
    Nessa copa vamos chutá-la para escanteio
    Beijo
    Mundo dos Inocentes

    ResponderExcluir
  13. Muito bonito o poema do amigo.

    E o Gago Poético está no aniversários do Histórias, estórias e outras polêmicas confere lá

    Abraço

    ResponderExcluir
  14. Onde está o meu amigo?
    Sumiste com o pôr do sol e não chegaste no alvorecer.
    Saudades
    Beijos
    Lua singular

    ResponderExcluir
  15. Linda poesia!
    Parabéns!
    Seguindo aqui para ter a oportunidade de ler mais!
    Bjs, Lu
    http://resenhasdalu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Olá, olha eu de novo, é que me convidaram a participar de uma TAG (nem sabia o que era isso...rsrsrsrs) mas acabei participando, achei interessante! Aí citei o seu blog na referida TAG, dá uma olhada lá (no meu outro blog, sobre orquídeas), mas fica a vontade pra seguir a "brincadeira" ou não!
    O que vale é a interação! Grande abraço.
    http://orquideas-bromelias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. lindo! parabens! me reconheci em várias frases! que talento!
    ate mais!

    ResponderExcluir
  18. Por que sumiste, sei que passou no meu blog. Você está com problemas ou nos colocou para escanteio.
    Pena que tudo que parecia ser bom durou pouco.
    Beijos
    Lua Singulsr

    ResponderExcluir
  19. Caro amigo

    Às vezes as palavras
    se escondem em nossas vidas.
    Então,
    saímos em busca de inspiração
    nos lugares onde a amizade
    se faz preciosa,
    (lugares como este)
    pois são os amigos
    que guardam as melhores
    palavras de nossa vida,
    para nos devolver e inspirar
    quando estivermos distantes
    de nós mesmos...

    Obrigado por sua generosa amizade...

    ResponderExcluir
  20. Oi gaguinho!
    Anda sumido demais.
    Oq está havendo?
    Bj
    Solange.

    ResponderExcluir
  21. A vida é cheia de encontros e desencontros.
    Já estou seguindo aqui =)

    ResponderExcluir
  22. Fiquei imensamente feliz com suas visitas falata agota vc postar... hum.
    Bjus lindo.

    ResponderExcluir
  23. Querido Dan!

    Passando para agradecer o carinho de tua visita e te deixar meus parabéns pelo dia do poeta!

    Feliz com tua passagem mas volte, poeta. Precisamos de tua poesia!

    Um abraço de urso com admiração e o meu carinho!

    ResponderExcluir