7 de janeiro de 2014

O menino e o choro da lua



Venha até a mim,
Galopim do espaço,
Com o dote insaciável,
Pelo mistério da vida.
Minha harpa dourada,
Te busca no descanso,
Te acolhe no remanso,
Entre ervas sagradas,
E sonhos suculentos,
De infindáveis interrogações,
Do planeta em que vive.

Venha até a mim,
Com a força das indagações,
Que te perseguem,
E te mostrarei,
O estrondoso atraso,
Dessa Humanidade desumana,
Que se diversificam,
No indiversificável,
Causando insônias,
No solo paciente,
Dos teus sonhos.

Venha até a mim,
Poeira espacial,
Agora em sua frente,
Estrelas te olham,
Cometas te exaltam
Galáxias te recebem,
Corpos celestes te mostram,
A insignificância que somos,
Diante das grandezas,
Escondidas no espaço.

Venha até a mim,
Ser minúsculo do universo,
Entre no meu bocejar,
E saia das minhas entranhas,
Em forma de lágrimas,
Para banhar a autoridade
Daquelas pessoas,
Naquele pingo de sêmen,
Célula de alguém,
De um Bing bang,
Com o nome de terra.

Daniel André

23 comentários:

  1. Poema transcendental, natural, do poeta, grande poeta! abraços

    ResponderExcluir
  2. Boa noite!

    Simplesmente fantástico!!!! Parabéns.

    beijo

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  3. Karai, lindamente louco sr. gago.
    Parabéns!
    Teró.

    ResponderExcluir
  4. Oi Daniel
    O poeta dos jovens, aqui eu me sinto uma jovem cheia de sonhos( muitos deles não realizados na infância).
    Você tem um português fantástico, adoro, assim aprendo mais.
    Poeta,ô grande poeta!!

    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  5. Daniel.

    Nem sei como expressar o que sinto ao ler esse seu poema! Jamais vi algo tão bom e verdadeiro!

    Devia escrever um livro rapidinho!

    É um poeta e dos melhores!

    Realmente quem escreve assim não tem muitos amigos,como disse no comentário no meu blog.

    Difícil outro homem não o invejar,meu anjo.

    Aí,como ser amigo de alguém com tanto potencial?

    Mas creia que os verdadeiros aparecerão e terão esse mesmo coração maravilhoso como o seu.

    Beijinhos,parabéns e linda semana

    Dryka

    Face Book :

    https://www.facebook.com/adriana.paz.505960


    Blog Suas Histórias Nossas Histórias


    ResponderExcluir
  6. Boa noite, Daniel. Poemas sempre profundos os seus. Cabem mais de um em cada estrofe.
    Uma diversidade imensa.
    Tudo o que vem das entranhas vale a pena ser lido.
    Parabéns!

    Você tem face?

    https://www.facebook.com/patricia.pinna.7

    Beijos na alma e paz!
    Excelente 2014 de amor e realizações!

    ResponderExcluir
  7. Olá, Bom dia,Daniel,
    Bela reflexão...
    ...apesar da insignificância que somos, temos uma capacidade nata de se moldar, suplantar e transcender os limites impostos , de encontrar uma saída, e de novas possibilidades e caminhos por desvendar, de desejos, de escolhas, da possibilidade de se escolher que futuro se quer, mesmo diante das grandezas, que abusam de
    nossa paciência em ver mediocridades, em ver mentiras, em ver repetições de mazelas...
    agradeço pelo carinho,muito obrigado, belos dias, abraços!

    ResponderExcluir
  8. Bom dia!!!
    Feliz 2014, estou de volta e aos poucos vendo tudo o que postou enquanto estive fora, principalmente do seu jeito nobre de descrever seus sentimentos, cada linha, cada palavra com a intensidade e emoção que mexe com a gente.
    Senti uma falta danada.
    bjs
    Ritinha

    ResponderExcluir
  9. A infância é livre na criação de sonhos imensos e grandiosos, rodeados de muitas questões com desejo de resposta. Na altura achamos que quando crescermos teremos resposta para tudo, pensamos que tudo será como decidimos e queremos, mas tantas vezes nos deparamos com uma enorme solidão, por mais rodeados que estejamos de gente. Crescer é sentir-se insignificante. A Humanidade tem vindo a tornar-se um conceito abstrato e oco, onde cabe tudo e nada.
    Seres ínfimos no universo que adquirem um sentido na ligação à Natureza. A Terra é o útero supremo, e somos nele o único ser com capacidade de transcendência.
    Adorei Daniel, você é fantástico!
    xx

    ResponderExcluir
  10. Ola Dan,
    Simplesmente fantástico.E na terra que são fecundados
    as diversidades da vida. Você e ótimo!

    Agora sobre o meu signo sou canceriana quase leao(21/7) com ascendente em libra e lua em cancer...tem bastante agua por ai. rsss!

    Agradeço todo seu carinho e deixo beijos e flores pra vc.

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bem?
    Represento o Portal Teia e gostaria de lhe fazer um convite:
    Acabamos de colocar no ar o mais novo agregador de links da internet, mas não como os muitos que existem por ai que priorizam o humor e besteirol, nossa meta é divulgar postagens de qualidade , assim como as suas e seria um prazer poder indicar seus posts aos nossos leitores.
    Se interessar basta acessar e começar a enviar seus links, simples e grátis.
    Espero sua presença.
    Desejamos uma ótima semana pra você e seus leitores.
    Até mais

    ResponderExcluir
  12. Que palavras universais!

    Inspirador e poético, muito.

    beijos

    ResponderExcluir
  13. Que lindo, parabéns! Você escreve super bem. Agora tem a categoria de textos dos leitores/leitoras lá no meu blog, se você quiser enviar algum texto seu entra em contato comigo. :)

    Estou te seguindo, beijos.

    http://www.nahboa.com/

    ResponderExcluir
  14. Dan seu ano poético já começa com força! e que força cara! saiba que fico muitíssimo feliz de poder ler escritas assim, e realizada de ter descoberto um grande artista que se reinventa a cada verso, isso é ser poeta mano! e da melhor qualidade! sou tua fã! ah e felicidades no ano que se inicia, muita poesia no seu coração! grande abraço! até sempre!

    ResponderExcluir
  15. E esse camarada especial vai fazer esse encontro espacial? Abraços Dan!

    ResponderExcluir
  16. Um poema profundo e sensível vindo de uma alma bonita e inspiradíssima!
    Lindo este teu dom, Dan! Parabens!

    Beijocas.

    ResponderExcluir
  17. Como sempre...
    Belo poema...

    Bjo.
    Ana Virgínia

    ResponderExcluir
  18. Bom dia Meu Poeta,é bom saber que sua saudade é tão louca quanto a minha.
    Mas não pare de escrever!
    Se com gagueira vc já é maravilhoso....imagine sem ela.
    Abração bem a-per-taaaaa-do!!

    ResponderExcluir
  19. Oi Daniel
    Quer aprender a ser feliz, apareça.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  20. Ah! Daniel!!!
    Gostei!
    A gente quando chega aqui sempr tem algo novo, que nos faz pensar, refletir e acreditar nos bons sentimentos que transmite sempre.
    Bom demais!
    bjs
    Ritinha

    ResponderExcluir
  21. Oi Daniel, você é um ano mais novo que meu filho.
    Quero agradecer pelos comentários e pedir para você escrever mais,mais e mais...
    Um beijo
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  22. Crescemos mais continuamos sonhando, como crianças, mesmo diante de um mundo cruel e cheio de injustiças e o que seria de nos se não sonharmos... Maravilhosa! Um beijo meu rei!

    ResponderExcluir