21 de janeiro de 2014

Amiga

Querida amiga,
Seja igual,
Aquela menina,
Que corre no verde,
Sorrir para a vida,
Com jeito moleca,
Encantando a natureza,
E não se esqueça,
Meu ombro é seu.

Permita que o sol,
Nessa manhã dourada,
Encha-te de júbilos,
E sua risada,
Seja perpetuada,
Entre as arvores,
E os ventos
Que levarão
A sua tristeza.

Sinta a terra,
Sarar seus pés,
Ouça o riacho,
Coma uma fruta,
Daquele cacho,
Deite-se num ramalhete,
De lindas camomilas,
E fique tranqüila,
Observando o sol,
Beijar a testa,
Da lua.

Dan André