8 de agosto de 2013

Dois velhinhos


Levantam cedo, assistem os raios do sol
No inverno da vida presenciam o amanhecer
São dois velhinhos na cadeira de balanço
Com alegria festejam o resplandecer.

Fazem gestos saudosos para o tempo
Pássaros cortam o nascer do dia
O peso dos anos trouxe mais amizade,
Com muito amor, cumplicidade e alegria.

Fazem carinhos em seus cabelos brancos
Tem orgulho de estarem juntos no envelhecer
Olham para suas mãos, rostos enrugados
Somente o amor sincero, faz rejuvenescer.

Cuidam um do outro como recém nascidos
Namoram como adolescentes apaixonados
Viajam como aventureiros no mundo
E na cama, dormem abraçados.

Ficam emocionados com uma antiga canção
As lágrimas são provas dessa longevidade
O amor é que esquenta esses corações
E os rostos estampados de felicidade

Enquanto, isso o tempo corre
E os dois velhinhos continuam juntos
Andando de bengala na neblina do tempo
Desaparecem, seguindo seus rumos.
  
Daniel André



14 comentários:

  1. Este poema é o sonho de minha vida , envelhecer ao lado do meu marido , com amizade , cumplicidade, carinho.

    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Creio que o sonho de todos na vida, além de encontrar um grande amor, é poder envelhecer ao lado da pessoa que se ama. Obrigado Simone.

      Dan.

      Excluir
  2. Lembrei dos meus avós maternos, esse poema tem muito a ver com a relação de companheirismo dos dois.
    Estou retribuindo sua visita e já adicionei teu blog.
    http://aesperadoprimeiroape.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Emocionante demais!
    Lindo demais!
    Excelente!
    bjs e um final de semana repleto de muitas inspirações.
    Ritinha

    ResponderExcluir
  4. Oi Daniel
    Se não me engano você já foi no meu blog Lua Singular e dia sete você foi no meu blog infantil e se colocou como seguidor. Obrigada
    Já preparei duas postagens: Lua Singular: para meu pai e domingo para todos os pais e no Mundo dos Inocentes para todos os pais
    Obrigada pela visita.
    Vou segui-lo também, pois seu escreve poesias lindas!
    Beijos
    Mundo dos Inocentes e
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  5. Olá, Daniel!
    Vi agradecer a visita e o seu convite para vir aqui! Gostei do seu espaço, também voltarei mais vezes!

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  6. Olá Daniel! Gostei de sua visita e comentário em meu blog. Também adoro cozinhar, o problema é a sujeira que fica depois, né?
    A nossa sociedade está envelhecendo e a expectativa de vida está ficando alta. Porém, é uma sociedade que ainda não sabe respeitar seus velhinhos, maltratando-os ou abandonando-os nos asilos. Triste realidade.
    Seu poema traduz o sonho de todas as pessoas: envelhecer docemente ao lado do companheiro(a).
    Se curte poesias, então visite meu outro blog:

    www.saberepreciso.com

    Um grande abraço e seja sempre bem vindo por lá!

    ResponderExcluir
  7. Daniel ... existe uma leveza em teu poema que retrata bem o valor daquelas palavras tão esquecidas no altar : " na alegria e na tristeza... na saúde e na doença ". Ora pois se o amor não é o comprometimento que descreves tão bem em seu poema ? Parabéns meu amigo... um forte abraço !

    ResponderExcluir
  8. Daniel, obrigado pela visita e pelo comentário no blog!
    Que poema mais adorável! Acredito que muitas pessoas desejam chegar nesta idade e ter algum companheiro, alguém que esteja ao seu lado mesmo depois de ter passado por situações difíceis. O amor é realmente o melhor remédio para a vida.
    Abraços!
    Continue escrevendo!

    ResponderExcluir
  9. Olá Daniel,muito lindo!E como é bom ver casais com uma vivência de amor mútuo,vivenciando situações agradáveis e não agradáveis,mas sempre companheiros até que o Mestre Divino os separe.

    Perdão novo amigo,mas acho que sem querer,apaguei um comentário que você o fez na postagem "Superar Barreiras",se quiser fazê-lo novamente,estará à seu dispor.
    Abraços poeta.
    Carmen Lúcia-mamymilu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. foi com muitas lágrimas que ao lelo eu gostei e o reli pois és muito o meu sonho dourado que passa pouco apouco em meus longos dias aguardo com a compahia da anciedade. parabens lindo

    ResponderExcluir
  11. Olá amigo Dan.

    Gostei muito de ler a tua poesia. É bonito observar dois velhinhos amando-se nessa idade. É sinal de que o amor deles não morreu.

    Obrigada pela tua amizade e sê bem-vindo ao meu blog: O Que O Meu Coração Diz,

    Beijos,

    Cris Henriques

    http://oqueomeucoracaodiz.blogspot.com

    http://jakeemary.blogspot.com

    http://espacoconscienciapura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Gostei tanto que já compartilhei no face do meu Meloso, com quem estou vivendo essa experiência maravilhosa de envelhecer juntos!!!

    Parabéns pela linda poesia...

    Abração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mesmo muito lindo Daniel Andre, o que seria de nós sem essas lindas mensagens poéticas escritas por pessoas iluminadas como você. Gera meu amor, obrigado por compartilhar coisas bonitas comigo e por fazer parte da minha vida. Bjuuusss!

      Excluir